Saneamento – Investimentos devem chegar a R$ 1,2 bi em 2024

Foto: Luiz Alves/Ascom

A gestão Emanuel Pinheiro tem executado, desde 2017, um conjunto de ações relacionadas ao saneamento básico que tem resultado em melhorias na qualidade de vida da população. De acordo com relatório da empresa Águas Cuiabá, por meio do contrato de concessão firmado com o Município, até o ano de 2021 foram investidos mais de R $750 milhões nesta área de extrema importância para a saúde pública e meio ambiente.

Para 2022, as projeções para o setor são ainda mais satisfatórias e apontam que mais de R$ 113 milhões serão aplicados em obras de implantação de rede coletora e tratamento de esgoto. Ao mesmo tempo, faz parte do planejamento a utilização de mais R$ 43 milhões para melhorias no sistema de abastecimento de água potável, totalizando R$ 156 milhões investidos somente neste ano.

Ainda conforme levantamento, de 2017 a 2021, Cuiabá recebeu 417 quilômetros de rede de esgoto, chegando à histórica marca de 78% de cobertura, e mais 92 quilômetros de rede de abastecimento de água. O prefeito Emanuel Pinheiro afirma que as mudanças refletem de forma significativa no desenvolvimento da cidade, oportunizando o maior alcance das políticas públicas, além de propagar a cultura da sustentabilidade, preparando Cuiabá para o futuro. 

“Nossa gestão sabe os benefícios que ações como essas trazem para a nossa gente, além de respeitar todo ecossistema e seres que nele vivem. O que estamos afirmando é que Cuiabá, a partir de 2024, estará entre as cidades brasileiras com os maiores índices de tratamento de esgoto. É motivo de felicidade para nós e também para a população que tem a oportunidade de ver na porta de casa e dentro delas, em suas torneiras, a mudança de fato acontecendo”, destaca o gestor. 

A transformação tem como finalidade promover, até 2024, R$ 1,2 bilhões em investimentos, o que resultará em uma cobertura de 91% da coleta e tratamento de esgoto – universalização antes do prazo do Marco Legal (2033) – e 100% do abastecimento de água, um dos feitos inéditos que será entregue pela gestão Emanuel Pinheiro à sociedade cuiabana. 

Atualmente, Cuiabá ocupa a 55ª posição no Ranking do Saneamento Nacional, o que representa um avanço de sete posições em dois anos. No entanto, a meta da capital mato-grossense é estar entre as 20 melhores cidades brasileiras, ocupando o primeiro lugar na região Centro-Oeste. 

Outra causa que tem ganhado notoriedade é a limpeza dos dois principais rios que cortam a cidade. Segundo relatório da concessionária, uma carga poluidora de 13 toneladas por dia é removida tanto do Rio Cuiabá quanto do Rio Coxipó. Esse trabalho produz efeitos positivos diretamente na fluoretação da água tratada, beneficiando todos os munícipes, especialmente as crianças. 

O vice-prefeito José Roberto Stopa enfatiza que a população é merecedora de uma prestação de serviço de qualidade. Desta forma, frisa que o Executivo municipal tem se posicionado de forma eficiente, garantindo a lisura das atividades. “Tudo aquilo que é pertinente à nossa parte, estamos fazendo. Trabalhando duro e cobrando aquilo que é de responsabilidade da Águas Cuiabá. Nosso objetivo é ver a cidade crescer e junto com ela dar condições dignas de se viver. Avançamos sim, porém, vamos melhorar ainda mais”, finaliza.

Fonte: Nathany Gomes/Ascom

© Copyright 2022