ARSEC acompanha lançamento das obras do SES LIPA

A Prefeitura de Cuiabá lançou na manhã desta quinta-feira (10), as obras de implantação do Sistema Lipa de Esgotamento Sanitário. Conforme a Águas Cuiabá, o SES Lipa beneficiará 126 mil pessoas, em 77 bairros. O sistema é composto por 220 quilômetros de redes coletoras, três estações elevatórias e uma estação de tratamento.

No evento, o presidente da ARSEC, Alexandro de Oliveira, destaca o papel técnico da autarquia no acompanhamento e fiscalização dos serviços públicos de abastecimento de água e esgoto.

“Ao final desta obra, passaremos dos atuais 67% de pessoas atendidas por rede coletora de esgoto para aproximadamente 80% da população atendida por esse de serviço público essencial. Estamos falando aqui de respeito e cuidado com o meio ambiente e estamos falando da melhoria da saúde de toda população cuiabana”, destaca.

O presidente da ARSEC também falou sobre a universalização dos serviços públicos de água e esgoto.

“A universalização do abastecimento de água, apesar dos percalços da pandemia da Covid-19, deve ser alcançada ainda este ano e a do esgoto está prevista para 2024. Para alcançar esse objetivo a ARSEC atua como mediadora entre o Poder Público, a Concessionária e o usuário do sistema. Também atua na orientação dos trabalhos desenvolvidos e nos
deveres e obrigações de todos. Disciplina regras, cuida do equilíbrio
financeiro do contrato, fiscaliza e, quando necessário pune”, pontua.

A unidade operacional fará uso de tecnologia de ponta, que reduz a carga de resíduos orgânicos cinco vezes mais rápido que o modelo convencional. Com sua entrada em operação, até 7 toneladas de esgoto deixarão, progressivamente, de ser lançadas, por dia, na natureza – especialmente no Rio Cuiabá e em córregos da cidade.

“Em nossa gestão, o córrego Mãe Bonifácia vai ser despoluído. Nossa Cuiabá tem vivido melhorias históricas na prestação dos serviços de água e esgoto, e é neste ritmo que seguiremos. Vamos cumprir as metas nacionais nove anos antes do limite estabelecido no Marco Regulatório brasileiro. Somente uma cidade consciente e responsável consegue um feito deste porte”, comentou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Durante o lançamento das obras, gestores da empresa explicaram a dinâmica da implantação das redes de coleta. “Até o fim deste ano estaremos com grande número de equipes atuando na instalação das tubulações em diversos bairros da cidade, que vão desde o Jardim Araçá até o Novo Paraíso. Durante as obras, ruas e avenidas poderão ser interditadas, parcial ou totalmente, nos horários liberados pela Secretaria de Mobilidade (Semob)”, disse William Figueiredo, diretor geral da Águas Cuiabá.

**Com informações da assessoria Águas Cuiabá

© Copyright 2021