Você está em: Inicio / Imprensa / Notícias / StrongCuiaba Sobe 23 Posicoes No Ranking Nacional Do Saneamento Basicostrong

• Notícias


Publicado: 22/03/2023

Cuiabá sobe 23 posições no ranking nacional do Saneamento Básico


Foto: (Divulgação/Reprodução)

"Cuiabá sabe o real valor do saneamento básico e por isso o prioriza. Fico muito feliz em fazer parte deste momento histórico para as famílias cuiabanas. Uma cidade bem saneada atrai investimentos, gera mais oportunidades e dignidade para sua gente. Temos essa convicção e seguiremos nos dedicando à universalização do saneamento, pelo bem da presente e futuras gerações. Promovemos uma verdadeira revolução subterrânea, o que traduz nosso respeito à  população, saúde e ao meio ambiente”. A frase é do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, ao comentar os dados do 15ª edição do Ranking do Saneamento Brasileiro que aponta Cuiabá em 32ª lugar no ranking nacional (saltando 23 posições em apenas um ano 2022/2023). Elenca ainda que é a capital com maior investimento per capita no segmento, com a marca de R$ 369,33 por habitante. 

O esgotamento sanitário doméstico possibilitou ao Município sair de 53% para os atuais 80% de cobertura. O índice de universalização da coleta de esgoto é de 91%, que será alcançado no próximo ano.

De acordo com Carlos Brandão, CEO da Iguá, grupo do qual a Águas Cuiabá faz parte, o objetivo, desde o início da concessão, em 2017, era reposicionar Cuiabá no cenário brasileiro dos serviços de água e esgoto. “A expansão da cobertura em regiões já consolidadas traz consigo uma série de desafios e reflexos, mas todos eles vêm sendo superados. Com investimentos financeiros, obras e tecnologia, nosso trabalho diário é pela universalização do saneamento básico, antes do prazo estabelecido pelo Marco Legal do Saneamento, que impacta diretamente na vida das pessoas e da natureza”, declara.

A evolução do saneamento básico é acompanhada pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec). “A Arsec, como agência reguladora, dá segurança jurídica tanto para a concessionária realizar os investimentos, quanto para o poder concedente, que tem segurança na execução das obras, tem segurança ao receber o serviço, pois sabe que está sendo bem executado, com tarifa justa e tem como dar o retorno positivo para a população”, pontua o diretor-presidente, Vanderlucio Rodrigues.

Divulgado na Semana do Dia Mundial da Água (22/3), o relatório faz uma análise dos indicadores do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), ano de 2021, publicado pelo Ministério das Cidades. Desde 2009, o Instituto Trata Brasil monitora os indicadores dos maiores municípios brasileiros.

Sobre a Águas Cuiabá – Por meio de concessão plena, iniciada em 2012 e com validade de 38 anos, a concessionária assumiu os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na capital mato-grossense em 2017. A empresa atende 605 mil pessoas e tem como objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e à coleta e tratamento de esgoto.

O relatório completo pode ser conferido AQUI.

SECOM com informações da Águas Cuiabá


Fonte: Carla Ninos/Arsec

Galeria de Fotos

Créditos: Divulgação/Reprodução
Clique na Imagem para Ampliar!

Últimas Notícias
2024 © Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá-MT